terça-feira, 25 de agosto de 2015

FUI À PRAIA


Começando por dizer que detesto praia, todas as minhas idas à praia são um martírio, quem me vir a chegar à praia deve pensar que é Jesus a carregar a cruz! Com o chapéu-de-sol às costas, a arrastar os pés e a rezar para que passe depressa!

                Quando as desculpas acabam e o tempo não piora, não tenho outra alternativa senão levar a mulher à praia, mas com isso começa o meu cérebro a calcular as diversas variáveis
- estacionamento
- esplanada
- probabilidades de haver topless por perto

                Com isto já reduzi a escolha a 2 ou 3 praias, claro que começo logo por aquela que tiver de andar menos do carro para a praia e da praia para a esplanada!

                Procurar estacionamento, carregar as coisas até à praia, estendo a toalha à sombra, deito-me e já estou pronto para me ir embora!

                Mas como isso não é possível, saco do jornal, leio-o de uma ponta a outra (as gordas e as imagens), faço os passatempos e vou ver as horas pois já devem ter passado umas duas horas! Afinal só tinham passados 30 minutos…

                Ok, vamos lá relaxar como as outras pessoas todas… inspira, expira, fecha os olhos, ouve o barulho do mar e das crianças a brincar… FO$@-SE CALEM-SE!!! que barulheira do car@£§€%$&! Pronto, siga para a esplanada, sai uma bejeca acompanhada por um cigarro, depois marcha outra com uns tremoços… e lá se passou mais meia hora…

                Enfim, o tempo parece que pára!! Resta voltar para a toalha e começar a ver as redondezas e tentar descobrir alguma coisa interessante em topless, diga-se que é o melhorzinho que a praia tem…

                Com a sorte que tenho, só havia “topless invertido”, e perguntam vocês, o que é isso!! é o pior que há na praia, que são as meninas a fazer topless mas de barriga para baixo!! que piada é que essa merda tem? valha-me Santo Eucaralho e Santa Cona dos Assobios. Segundo uma conhecedora de moda que vi na televisão, parece que o topless não está na moda!! Fiquei um bocado confuso com essa afirmação mas lá me tive de resignar!

                Restar-me-ia uns mergulhos no mar, mas não estão bem a ver a coisa… Aqui na zona centro, julgo que a temperatura do mar ronda os 5 graus!! Pessoalmente, fico logo com frio quando piso a areia molhada, depois, faço-me de forte e molho os pés, é nessa altura que aparecem uns anões com punhais para me espetarem as lâminas nas pernas… Engulo a dor, porque sou um Homem ou sou um rato?!?! Dou mais um paço em frente e levo com a rebentação nos joelhos e os salpicos na Holanda (ou terras baixas), que é quando descubro que tenho os pulmões ligados aos tomates, que assim que lá bate a água deixo de respirar!
               
                É então que o rato volta para a toalha, e no meio daquela areia toda tento encontrar uma posição que não me deixe entrevado com dores nas costas...
                Ok, o que é que vou fazer agora?!?! Comer o lanche… almocei há menos de 2 horas, mas paciência!
                Também não dura muito… Tenho de voltar à esplanada, mais imperial menos imperial, remato com um gelado e siga para a sombra do chapéu…

                Qual é a piada de estar deitado ao sol a sentir a pele a queimar?!?! Tudo bem que não tenho necessidade de me bronzear, que isso já tenho de nascença, mas mesmo que não tivesse, não me ia armar em carapau seco ou lagarto ao sol… Mas divirto-me a ver alguns lá deitados, tanto que algumas vezes me dá vontade de lhes dizer:

“Dá meia volta que esse lado já está bem passado”

                Começam a mudar de cor e ficam tipo camarão, imagino que tenham umas noites interessantes!! Não faço ideia do que é que vai na cabeça das pessoas, sinceramente…

                Com isto tudo, o desespero começa-se a apoderar de mim, e se o tabaco acaba, aí é que está tudo estragado, mas geralmente ao fim de 3 horas, dão pelo meu desespero e perguntam:

“Queres ir embora?”

                Que é como perguntar ao doente se quer saúde!!! Antes de acabar a frase, já estou vestido e a arrumar o chapéu…
                O pior, é quando a seguir dizem:

“Então deixa-me só secar o biquíni”

                Nem imaginam o que custam a passar aqueles 10 ou 15 minutos…

                Feita a festa, regresso a casa e finalmente o regresso ao descanso!
                Dêem-me esplanadas, piscinas, jogos… qualquer coisa! Agora areia e água gelada é pior que tortura chinesa!

Sem comentários:

Enviar um comentário